Acesso ao principal conteúdo
São Tomé e Príncipe

São Tomé e Príncipe defende maior integração regional na cimeira da CEEAC

Primeiro ministro de S. Tomé e Príncipe, Jorge Bom Jesus
Primeiro ministro de S. Tomé e Príncipe, Jorge Bom Jesus Facebook MLSTP PSD
Texto por: Maximino Carlos
3 min

São Tomé e Príncipe participou na XVIII cimeira da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC) em Libreville. Na capital gabonesa, o executivo são-tomense defendeu uma maior integração regional. 

Publicidade

O primeiro-ministro são-tomense representou o Presidente Evaristo Carvalho na cimeira. Segundo Jorge Bom Jesus esta é uma das organizações regionais "menos dinâmicas, se compararmos com outras regiões de África".

Nos próximos cinco anos, o organismo quer ganhe outro dinamismo para dar resposta aos inúmeros desafios, como a livre circulação de pessoas e bens, trocas comerciais, combate ao terrorismo e a pirataria marítima.

A integração regional da CEEAC foi um dos assuntos defendidos por São Tomé e Príncipe, como referiu o chefe de governo são-tomense.

Os Chefe de Estado e de Governo da CEEAC, entre os quais o Presidente angolano João Lourenço, adoptaram uma declaração através da qual vai ser indicado um mediador permanente para normalizar a situação política na República Centro Africana. A RCA vai a eleições no dia 27 de Dezembro e há fortes indícios de poder haver tensão no período pós-eleitoral.

"Exige convergir esforços no sentido de criarmos um ambiente de paz", defendeu Jorge Bom Jesus.

São Tomé e Príncipe é um dos países com dívidas em atraso na organização. O chefe do executivo são-tomense lembrou que o seu país "vai honrar o seu compromisso" apesar dos "constrangimentos financeiros".

Covid-19 e pirataria marítima no Golfo da Guiné, foram os  principais temas desta XVIII cimeira da CEEAC, para além dos planos de acção para o próximo ano e o estratégico para o quinquénio 2021-2025, apresentado pelo presidente da comissão da organização, o angolano Gilberto Veríssimo.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.