#São Tomé e Príncipe

Covid-19 empurra para o desemprego 15% dos são tomenses

Imagem de arquivo.
Imagem de arquivo. AFP - ALEXIS HUGUET

O Primeiro-ministro de São Tomé, Jorge Bom Jesus, afirmou que o Covid-19 empurrou para o desemprego 15% da população activa, salientando ainda que a recuperação económica do país vai exigir mais recursos.

Publicidade

O chefe do executivo são-tomense afirmou que a pandemia de Vovid-19 empurrou para o desemprego 15% da população activa. As mulheres que trabalham no sector informal são até agora as mais afectadas pela perda de emprego

“Possivelmente cerca de 15% dos 28% da população activa, afectados pela Covid-19, não vão recuperar o emprego”, explicou. 

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística de São Tomé, a pobreza deverá aumentar pela primeira vez nos últimos 10 anos. 

O primeiro-ministro reconheceu que a resposta à Covid- 19 vai exigir mais recursos.

“A recuperação a médio prazo vai exigir ainda mais recursos”, garantiu. 

Para  mitigar os efeitos da Covid-19, o executivo concebeu um programa  de emergência social que vai  beneficiar 16 mil  famílias.

São Tomé e Príncipe regista actualmente cerca de 2.300 casos de Covid-19. 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI