São Tomé e Príncipe/Política

Mais de uma dezena de candidatos às eleições presidenciais sãotomenses

O  Palácio do Povo em São Tomé  e Príncipe.
O Palácio do Povo em São Tomé e Príncipe. © Cortesia do Téla Nón

Em São Tomé  e  Príncipe 19 candidatos  vão  concorrer para as  presidenciais  de 18 de Julho  para um  universo de mais de 100 mil  eleitores inscritos nos cadernos  eleitorais.  Para  estas  eleições, houve  a inclusão de  novos  eleitores  jovens  e  mais  círculos  da  diáspora. Mais pormenores com Maximino Carlos.

Publicidade

Dos 19 concorrentes, seis saem das costelas  do partido Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe - Partido Social Democrata, (MLSTP-PSD), nomeadamente, Guilherme Posser da Cota  que conta com o apoio do  seu partido, Maria das Neves, Elsa Pinto, Victor Monteiro, Jorge Amado e Aurélio Martins que concorrem como independentes.

Do partido Acção Democrática Independente, (ADI), participam nas eleições dois candidatos, respectivamente Carlos Stock, e Carlos Vila Nova.

Vila Nova beneficia do apoio da ADI , maior  maior partido da oposição.

A União MDFM/UDD,  tem na corrida Carlos Neves, mas também das costelas deste  partido há um candidato que é Olinto Neves.

O  Partido Convergência democrática (PCD), decidiu  apoiar o seu único candidato, Delfim das Neves.

O Partido Verde, sem assento parlamentar, tem dois candidatos, sendo Elsa Garrido, presidente  do  referido partido e Miques Jesus Bonfim.

O Movimento Independente de Caué, também sem assento parlamentar, apresenta o candidato  Júlio Silva.  

Abel Bom Jesus, Moisés Viegas,  Manuel do Rosário e Roberto Sousa Pontes participam na eleição presidencial m como candidatos independentes.

Ouça aqui a correspondência de Maximino Carlos:

Correspondência de São Tomé e Príncipe 12-06-2021

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI