São Tomé e Príncipe/Eleições

Eleições: Governo são-tomense inicia diligências para realização da 2ª volta

Eleitores exercem o seu direito de voto para as eleições presidenciais em São Tomé e Príncipe. São Tomé, 18 de julho de 2021.
Eleitores exercem o seu direito de voto para as eleições presidenciais em São Tomé e Príncipe. São Tomé, 18 de julho de 2021. © LUSA - NUNO VEIGA

O governo são-tomense vai encetar em breve diligências visando a realização da segunda volta das eleições presidenciais depois da decisão do Tribunal Constitucional que rejeitou a recontagem total dos votos e nulidade do processo eleitoral de 18 de Julho.

Publicidade

Ainda não há, porém, data definitiva para a realização da segunda volta das presidenciais, mas admite-se que poderá ocorrer na segunda ou terceira semana de Agosto corrente.

Carlos Vila Nova e Guilherme Pósser da Costa vão disputar a segunda volta das eleições presidenciais em São Tomé e Príncipe.

A decisão do Tribunal Constitucional no seu acórdão número 10/2021, deixa antever este confronto entre os dois candidatos mais votados na primeira volta.

O referido tribunal deu sem efeito os dois anteriores acórdãos, não tendo reconhecido os pedidos para a recontagem total dos votos e a nulidade do acto eleitoral de Julho findo.

Esta decisão do Tribunal Constitucional resultou em três votos favoráveis dos três juízes conselheiros desta instância judicial, nomeadamente, de Maria Alice Carvalho, Jesuley Lopes e Amaro Couto e dois votos contra de Pascoal Daio e Hilário Garrido.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI