António Guterres/Eleições São Tomé e Príncipe

São Tomé e Príncipe: Guterres alerta contra "actos de violência"

António Guterres, secretário-Geral da ONU.
António Guterres, secretário-Geral da ONU. © AP - Maxim Shemetov

O Secretário geral das Nações Unidas está a acompanhar “de perto” o processo eleitoral em São Tomé e Príncipe, cuja segunda volta tem lugar amanhã, 5 de Setembro. António Guterres pediu aos responsáveis políticos para “recorrerem ao diálogo” na resolução dos conflitos e para “evitarem todos os actos de violência”.

Publicidade

Numa nota enviada à comunicação social, o secretário-geral das Nações Unidas garantiu que está a acompanhar “de perto” o processo eleitoral em São Tomé e Príncipe, cuja segunda volta tem lugar este domingo, 5 de Setembro.

António Guterres pediu aos responsáveis políticos para continuarem “a recorrer ao diálogo” na resolução dos diferendos e para “evitarem de todos os actos de violência”.

O secretário-geral das Nações Unidas admitiu que, de uma forma geral, a primeira volta decorreu num clima de paz e  congratulou-se com o facto dos candidatos, Carlos Vila Nova e Guilherme Posser da Costa, terem assinado um código de conduta, afirmando que vão respeitar os resultados da segunda volta.

António Guterres saudou os esforços envidados pela Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC) para apoiar uma abordagem pacífica da estabilidade a longo prazo do país, em particular através do destacamento de um enviado especial.

O antigo ministro angolano das Relações Exteriores foi nomeado enviado especial da CEAC para a segunda volta das presidenciais, Manuel Augusto vai exercer uma missão “de bons ofícios junto dos actores políticos são-tomenses”, de forma a garantir a “estabilidade” no país.

A segunda volta das eleições presidenciais conta com cinco missões de observação: União Africana, Comunidade Económica dos Estados da África Central, Estados Unidos da América, Índia e Japão.

Os são-tomenses escolhem no domingo o novo chefe de Estado do país. Na corrida eleitoral estão Carlos Vila Nova, apoiado pela ADI, e Guilherme Posser da Costa, candidato do MLSTP-PSD. 

Mais de 123 mil eleitores estão inscritos nos cadernos eleitorais, sendo 108.609 residentes em São Tomé e Príncipe e 14.693 nos 10 países onde se realizou o recenseamento eleitoral este ano.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI