São Tomé e Príncipe

Carlos Vila Nova: “Venci estas eleições de forma clara”

Carlos Vila Nova venceu a segunda volta das eleições presidenciais com 57,54% dos votos, segundo os dados provisórios da Comissão Eleitoral Nacional.
Carlos Vila Nova venceu a segunda volta das eleições presidenciais com 57,54% dos votos, segundo os dados provisórios da Comissão Eleitoral Nacional. © RFI

Carlos Vila Nova venceu a segunda volta das eleições presidenciais com 57,54% dos votos, segundo os dados provisórios da Comissão Eleitoral Nacional. Carlos Vila Nova garantiu que venceu as eleições “de forma clara”.

Publicidade

Carlos Vila Nova, candidato apoiado pela ADI, venceu a segunda volta das eleições presidenciais com 57,54% dos votos, segundo os dados provisórios da Comissão Eleitoral Nacional.

Horas antes de a Comissão Eleitoral Nacional anunciar os dados provisórios, o candidato -apoiado pela ADI- deu uma conferência de imprensa, em Santarém, distrito de Lobata, para reagir aos dados recolhidos pela plataforma da sua candidatura.

Carlos Vila Nova falou de uma vitória clara e agradeceu a confiança que os são-tomenses depositaram no seu projecto.

“Em primeiro lugar gostaria de agradecer ao povo de São Tomé e Príncipe pelo civismo e pela forma ordeira como participaram neste acto eleitoral. Em seguida agradecer, também, ao povo de São Tomé e Príncipe pela confiança que depositaram em mim. Com o anúncio dos resultados preliminares venci essas eleições de uma forma clara e este resultado permite considerar-me como Presidente eleito de São Tomé e Príncipe”, afirmou.

Carlos Vila Nova, vencedor da segunda volta das eleições presidenciais de São Tomé e Príncipe

Ainda de acordo com os dados da Comissão Eleitoral Nacional, Guilherme Posser da Costa, candidato do MLSTP-PSD, apoiado nesta segunda volta pelo PCD e o pelo UDD/MDFM, obteve 42,46% dos votos. O candidato apoiado pelo MLSTP-PSD deu os parabéns ao adversário.

"Apesar de algumas irregularidades, os resultados provisórios divulgados pela CEN apontam uma tendência de vitória ao candidato Carlos Vila Nova. Já lhe telefonei para o felicitar, fazendo parte da minha posição em respeitar os resultados definitivos e caso confirmem a sua vitória, desejar-lhe sucessos para o bem de São Tomé e Príncipe", afirmou Guilherme Posser da Costa.

"Quero agradecer o apoio do MLSTP-PSD, de outros partidos e candidatos e o carinho que recebi ao longo dos últimos meses; a todos a minha sincera e profunda gratidão", acrescentou.

Guilherme Posser da Costa, candidato apoiado pelo MLSTP-PSD

O enviado especial da Comunidade dos Estados da África Central, o angolano Manuel Augusto, mostrou-se satisfeito com o desenrolar do processo eleitoral em São Tomé e Príncipe. "As eleições foram pacíficas e decorreram de forma organizada, tendo em conta a realidade de São Tomé. A abstenção, pelos dados provisórios, não fugiu muito dos dados da primeira volta, tendo em conta que houve um factor de desmobilização que foi o prolongamento de tempo entre a primeira e segunda volta. Há uma cultura de aceitação dos resultados, o que é bom", descreveu o enviado especial da CEAC, Manuel Augusto.

Enviado especial da Comunidade dos Estados da África Central, Manuel Augusto

A abstenção foi de 34,8%, superior à da primeira volta, realizada em 18 de Julho, que se situou nos 31,6%.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI