Acesso ao principal conteúdo
São Tomé e Príncipe

Justiça e economia nos 42 anos de independência de STP

Centro da cidade de Trindade em São Tomé e Príncipe.
Centro da cidade de Trindade em São Tomé e Príncipe. RFI/Miguel Martins
Texto por: RFI
4 min

São Tomé e Príncipe assinala esta quarta-feira os quarenta e dois anos de independência. Presidente da República, Evaristo Carvalho, aproveitou a ocasião para falar sobre a reforma do sistema judiciário e da reestruturação do ambiente de negócios no país.

Publicidade

O acto solene teve lugar na Trindade, em Mé Zóxi, norte da ilha de São Tomé, um local próximo do recinto emblemático de Batepá, onde decorreu o massacre de 1953 perpetrado pelo regime colonial português.

No discurso oficial chefe de Estado que aproveitou a ocasião para falar sobre a reforma do sistema judiciário. Evaristo de Carvalho referiu a necessidade de "todos os cidadão terem acesso à justiça".

Evaristo Carvalho falou ainda da reestruturação do ambiente de negócios para que o país se torne mais competitivo. " O futuro está nas mãos dos santomenses", referiu.

O Presidente fez igualmente alusão ao projecto do porto de águas profundas e ao aeroporto internacional que contarão com o apoio financeiro da China e que irá permitir "criar uma economia mais robusta".

A união entre os santomenses não foi esquecida pelo Presidente, Evaristo Carvalho considerou-a um factor essencial para que o país saia da excessiva dependência externa.

O primeiro-ministro santomense foi o principal ausente da cerimónia. Patrice Trovoada encontra-se actualmente em viagem ao estrangeiro.

Correspondência de Maximino Carlos

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.