São Tomé e Principe

São Tomé marca presença na COP 23

São Tomé e Príncipe marca presença na COP 23
São Tomé e Príncipe marca presença na COP 23 https://pixabay.com

São Tomé  e  Principe defende  na  COP 23,  a  decorrer  em  Bona, na  Alemanha,  a  necessidade de se avançar com o Acordo de Paris, visando a redução das emissões de gases com efeito estufa e evitar agravamento de fenómenos extremos.

Publicidade

Como nação  menos  poluidora  e  insular, São Tomé e Príncipe  pretende mobilizar meios financeiros para  desenvolver energias renováveis,  implementar  a agricultura  sustentável  e reflorestar a area que  tem  sido  devastada  pela  pressão  humana.

Foi esta a mensagem deixada pelo chefe de Estado, Evaristo de Carvalho, antes de deixar o país. " Solicitarapoios aos parceiros internacionais, no sentido de executarmos o nosso projecto para mitigar os efeitos das mudanças climáticas".

São Tomé e Príncipe que  subscreveu o acordo de Paris sobre o clima,   tem   várias  medidas a  implementar, contudo precisa da  ajuda  de  parceiros  internacionais  para gerar oportunidades   e  desenvolver numa  economia  verde  e  limpa.

Este ano, a COP23 é presidida por Fiji, país insular do Pacífico. Até 17 de Novembro, os países participantes vão negociar compromissos em Bona, na Alemanha, para que a luta contra as alterações climáticas não fracasse.

Correspondência de Maximino Carlos

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI