Acesso ao principal conteúdo
São Tomé e Príncipe

Justino Veiga aguarda julgamento em liberdade

Tribunal decidiu aplicar ao ex-ministro da justiça a medida de coacção.
Tribunal decidiu aplicar ao ex-ministro da justiça a medida de coacção. Fry Design Ltd via Getty Images
Texto por: RFI
1 min

Foi solto Justino Veiga, ex-assessor do actual presidente do supremo tribunal da justiça que é acusado de tentativa de corrupção. Ele vai agora aguardar em liberdade o seu julgamento.

Publicidade

Justino Veiga, antigo assessor do actual Presidente do Supremo Tribunal da Justiça, vai aguardar em liberdade o seu julgamento.

O Tribunal decidiu aplicar ao ex-ministro da justiça a medida de coacção, com o termo de identidade e residência.

A decisão foi ontem revelada pelo juiz da primeira instância.

Justino Veiga era também acusado de branqueamento de capital, evasão fiscal e fraude fiscal, acusações que foram rejeitadas pelo juiz por não serem sustentadas por provas.

Recorde-se que Justino Veiga foi detido na noite da última segunda-feira e é acusado pelo Presidente do Supremo da Justiça, Silva Gomes Cravid, de tentativa de corrupção aos magistrados judiciais como nos explica o nosso correspondente em São Tomé e Príncipe Máximino Carlos.

Correspondência de São Tomé e Príncipe

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.